SÉRIE SOBRE TRILHO

GRANDE EXPRESSO TRANSIBERIANO

A ferrovia Transiberiana ou simplesmente Transiberiana é uma rede ferroviária conectando a Rússia Europeia com as províncias do Extremo-Oriente Russo, Mongólia, China e o Mar do Japão

PEQUIM, ULAN BATOR, TERELJ, ULAN UDÉ, LAGO BAIKAL, IRKUTSK, KRASNOYARSK, NOVOSIBIRSK, ECATERIMBURGO E MOSCOU.

Saídas Garantidas 2021:

20 de maio; 10 de junho; 22 de julho, 12 de agosto e 2 de setembro

RETORNAR

Voltar para Grande Expresso Transiberiano

IMPRIMIR

Abre arquivo em PDF para impressão

ESTOU INTERESSADO

Abre formulário de contato

Bem vindo(a) ao

Grande Expresso Transiberiano

Experimente a lendária Ferrovia Transiberiana e a Ferrovia Transmongol a bordo de um trem. Esqueça todos os problemas de embarque e desembarque todos os dias. Sua cabine é sua "casa sobre trihos" durante toda a viagem de cruzeiro ferroviário.

CONHEÇA AS CABINES

STANDARD ECONOMY

Essa categoria é popular entre os que buscam a maneira mais econômica de viajar e geralmente é reservada por famílias com crianças ou amigos que viajam juntos

STANDARD PLUS

Standard Plus e Deluxe Silver são o tipo de acomodação mais popular em nosso trem

DELUXE SILVER

As cabines de luxo Silver oferecem cabines um pouco menores do que as de luxo Gold. As cabines Silver de luxo têm banheiro privativo, lavatório e chuveiro no estilo "wet-room"

DELUXE GOLD

Para quem procura o maior conforto 1 ou 2 pessoas por cabine. Os vagões-cama Deluxe Gold oferecem o tipo de acomodação mais espaçosa e confortável 

TOUR VIRTUAL 360º

Faça um tour virtual para conhecer o interior das cabines do trem do Grande Expresso Transiberiano

ASSISTA AO VÍDEO DO GRANDE EXPRESSO TRANSIBERIANO

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL

CONHEÇA O TOUR COMPLETO

DAY BY DAY

1º dia – quinta-feira - PEQUIM

Chegada a Pequim. Receptivo no aeroporto internacional da capital, traslado sem acompanhamento de guia ao hotel e alojamento após as 15:00. À noite, jantar de boas-vindas.

2º dia – sexta-feira - PEQUIM

Pela manhã, visita à Cidade Proibida, complexo arquitetônico onde fica o palácio imperial. Na sequência, ao sul da Cidade Proibida, a Praça da Paz Celestial (Tiananmen), conhecida por ser a maior praça do mundo, cenário principal dos acontecimentos políticos chineses e onde se encontra o prédio do Parlamento.

À tarde, visita ao Palácio de Verão de Pequim, um admirável complexo de lagos, palácios, jardins e pontes, construído no século XVIII para que a corte imperial tivesse um refúgio de verão ao insuportável calor da Cidade Proibida. As principais atrações do grande parque encontram-se junto ao amplo lago Kunming: a ponte de dezessete arcos e suas dezenas de leões de mármore sobre as balaustradas; o Longo Corredor, em cujos 700 metros estão pintadas milhares de cenas sobre a mitologia e história chinesas e a Colina da Longevidade e suas dezenas de pavilhões e edifícios históricos, como o Baoyun Ge e o Foxiang Ge. Um pouco mais a oeste, o Navio de Mármore cuja história remonta à derrocada da monarquia chinesa.

3º dia – sábado - PEQUIM

Pela manhã, excursão à Grande Muralha, que tem seis mil quilômetros de extensão, um dos monumentos arquitetônicos mais impressionantes construídos em todos os tempos. Passeio ao Templo do Céu, melhor exemplo de estilo da arquitetura Ming, o complexo era palco de rituais religiosos solenes por boas colheitas, iluminação espiritual e perdão dos pecados. O desenho, assim como as formas e cores das estruturas têm o significado simbólico de interação entre o céu e a terra.

À noite, em um dos mais famosos restaurantes chineses, teremos oportunidade de provar do típico Pato Laqueado de Pequim.

4º dia – domingo - PEQUIM – ULAN BATOR

Manhã livre. À tarde, caminhada pelos hutongs, ruas estreitas da cidade velha de Pequim. À noite, traslado ao aeroporto e embarque em voo com destino a Ulan Bator, capital da Mongólia (franquia de bagagem – 1 mala despachada de até 20 kg.Chegada, translado e acomodação no hotel.

5º dia – segunda-feira - ULAN BATOR – PARQUE NACIONAL DE TERELJ – ULAN BATOR

Excursão de dia inteiro ao Parque Nacional de Terelj (80 km). A excursão inclui parada junto à Rocha da Tartaruga e visita a uma yurta, tenda típica dos nômades mongóis, pertencente a uma família que ainda vive o estilo de vida nômade tradicional do país. No território do parque nacional também será feita uma apresentação de esportes ancestrais dos mongóis, como a luta livre e o arco e flexa, sempre disputados na grande festa nacional chamada Naadan, celebrada anualmente no mês de julho em todo o país. Regresso a Ulan Bator no fim da tarde e jantar com o típico prato mongol Hot Pot, em que cada um escolhe e cozinha os ingredientes a seu gosto numa panelinha individual.

6º dia – terça-feira - ULAN BATOR

City tour pelas principais atrações turísticas da capital da Mongólia, incluindo a praça principal Sukhe Bator e a colina do Memorial Zaisan, dedicado aos soldados e heróis desconhecidos das várias guerras, de onde se tem a melhor vista da cidade. Visita ao mosteiro Gandan, o mais importante mosteiro budista da capital e o segundo maior do país. À tarde, visita ao palácio de inverno do Bogd Khan, líder espiritual e temporal dos mongóis até a revolução comunista. O palácio, hoje transformado em museu, tem seis templos em seu território.

À tarde, embarque no trem privado, no qual se dará a inesquecível viagem transcontinental até a chegada a Moscou. Alojamento a bordo do trem.

À noite se dá a passagem da fronteira entre as cidades mongol de Sukhe Bator e russa de Naushki. As formalidades aduaneiras e de controle de imigração serão realizadas a bordo do trem. Todos os viajantes devem permanecer em suas cabinas e não poderão deixá-las até a conclusão do processo pelas autoridades.

​7º dia – quarta-feira - ULAN UDÉ

A poucos quilômetros de Ulan Udé, termina a ferrovia Transmongoliana e o Grande Expresso Transiberiano passa a correr pelos trilhos da ferrovia Transiberiana propriamente dita.

Pela manhã, chegada à capital da República Autônoma da Buriátia, uma das unidades componentes da Federação da Rússia, nascida a partir de um antigo posto de cossacos russos. O desenvolvimento maior da cidade se deu em função das paradas de caravanas de chá provenientes da China. É curioso notar os traços dos cidadãos locais: há uma grande mistura entre as etnias russa e buriata, e a cidade é em grande parte bilíngue.

Visita ao vilarejo de Tarbagatay, habitado por russos ortodoxos de fé antiga conhecidos como antigos crentes, praticantes de um modo de vida muito tradicional. No vilarejo, visita a igreja dos antigos crentes, e a residência de uma família do lugar, na qual será servido o almoço caseiro.

Alojamento a bordo do trem.

8º dia – quinta-feira - LAGO BAIKAL

O Lago Baikal é a maior reserva de água doce e o mais profundo do mundo, com 636 km de comprimento e 80 km de largura, 1620 metros de profundidade. Cercado de montanhas e com límpidas águas azuis é um dos pontos altos da viagem do Grande Expresso Transiberiano.

O trecho da ferrovia entre Sludyanka e Porto Baikal se chama Circumbaikal Ocidental. Apelidado de fivela de ouro no cinturão de ferro da Rússia pelo enorme custo de sua construção, este trecho é um beco sem saída da transiberiana atual; por ele só costumam transitar os trens turísticos e curtos comboios que fazem o abastecimento dos povoados locais. Durante o deslocamento, o trem funcionará em baixa velocidade visando o máximo aproveitamento desta experiência de grande apelo cênico.

Numa aldeia haverá uma parada para fotos onde todos poderão sair do trem e visitar as casinhas de madeira do lugarejo, se as condições climáticas forem favoráveis, será servido churrasquinho (shashlyki) próximo à beira do lago.

De Porto Baikal à aldeia Listvyanka o trajeto é feito de barco pelas águas cristalinas do Lago Baikal. Após visita a aldeia, que vive do turismo e da navegação, traslado em ônibus para Irkutsk (70 km), e alojamento em hotel.

9º dia – sexta-feira - IRKUTSK

Passeio panorâmico pela cidade fundada em 1651 como guarnição cossaca e antigo centro administrativo da Sibéria Oriental, onde mercadorias siberianas como peles eram trocadas por seda e chá provenientes da China. A cidade esteve durante longo tempo na rota dos prisioneiros políticos, muitos deles nobres exilados de Moscou e São Petersburgo, também foi um florescente centro comercial antes da Revolução, quando finalmente sucumbiu aos bolcheviques em 1920. O city tour passa por bairros onde ainda há antigas casas de madeira com janelas finamente entalhadas na melhor tradição siberiana, igrejas, inclui visita ao museu dos Decembristas, na casa do príncipe exilado Serguei Volkonski com apresentação de música clássica. Traslado à estação ferroviária, embarque no Grande Expresso Transiberiano e viagem com destino a Krasnoyarsk. Alojamento a bordo.

10º dia – sábado - KRASNOYARSK

Pela manhã, chegada a Krasnoyarsk, ás margens do magnífico rio Ienissei, principal rio dos três maiores da Sibéria, com escoamento no oceano Ártico, a cidade se formou a partir de um forte cossaco no século XVII, mas o real desenvolvimento foi impulsionado pela descoberta de ouro no século XIX e pelo crescimento das indústrias durante a Segunda Guerra Mundial, deixando de herança típicos prédios de ambas as épocas, espalhados pela avenida principal, a Prospekt Mira. O city tour de meio período passará pelos principais pontos históricos e culturais, com uma vista privilegiada da cidade. Retorno ao trem e partida com destino a Irkutsk. Alojamento a bordo.

11º dia – domingo - NOVOSIBIRSK

Chegada à Novosibirsk pela manhã. Considerada a maior cidade da Sibéria, às margens do rio Ob, Novosibirsk é surpreendentemente estilosa. Fundada em 1898, a cidade não existiria se não fosse em função da ferrovia transiberiana. A cidade cresceu gloriosa a partir de 1920, com o crescimento industrial e como centro de transportes, acelerando sua expansão em 1930 com a construção da ferrovia Turquestão-Sibéria, até Almaty, no Cazaquistão, tornando-se assim uma cidade crucial entre Rússia e Ásia Central, além de ter sido eleita cidade acadêmica dos cientistas soviéticos, em 1958.

City tour passando pela Avenida Vermelha e pela famosa Praça Lênin, onde se encontra o grandioso Teatro de Ballet e Ópera, com cúpulas prateadas, construção notória, maior que o Ballet Bolshoi de Moscou.

Visita ao museu ferroviário ao ar livre (30 km), que conta com uma coleção de mais de 60 peças à vapor, diesel e elétricas, bem como vagões de passageiros – um panorama perfeito sobre o desenvolvimento dos trens que percorrem a Ferrovia Transiberiana. O cruzeiro pelo Rio Ob será um passeio pelas redondezas da cidade e oferecerá uma vista impressionante da cidade, além de uma belíssima impressão do caudaloso rio siberiano. Retorno ao trem, alojamento e partida com destino à Ecaterimburgo

12º dia – segunda-feira - ECATERIMBURGO

Chegada em Ecaterimburgo e visita panorâmica ao centro administrativo, econômico e cultural dos Montes Urais. Ecaterimburgo teve seu desenvolvimento baseado no crescimento industrial a partir do século XVIII, além de suas riquezas minerais e notável participação durante a Revolução Russa e a Segunda Guerra Mundial.Visita aos mais importantes monumentos arquitetônicos do classicismo russo entre os séculos XVIII e XIX, ao obelisco que marca a fronteira entre a Europa e a Ásia e a Igreja no Sangue, construída recentemente no local do assassinato em 1918 da família imperial russa, posteriormente canonizada.

Pela tarde, visita a Gânina Yama, local onde foram encontrados os restos mortais do último czar e sua família, hoje no território de um mosteiro de madeira construído a partir dos anos 1990 em homenagem aos Romanov. Retorno ao trem e alojamento a bordo.

13º dia – terça-feira - DIA INTEIRO A BORDO DO TREM

Dia a bordo do trem. O percurso passa por paisagens de florestas, lagos, pequenos povoados e cidades. Ao longo do tour São ministradas breves palestras sobre a cultura e história das regiões percorridas pelo trem.

14º dia – quarta-feira - MOSCOU

A jornada correspondente a quase 8.000 km, cerca de um quarto da extensão do planeta Terra na altura da linha de Equador, termina. City tour pela capital russa, passando pelos pontos históricos mais importantes da cidade. Visita ao Kremlin, núcleo histórico da capital e epicentro do poder até 1712 e novamente a partir de 1918, e a uma de suas catedrais. Ao término desta atividade, traslado ao hotel e alojamento.

15º dia – quinta-feira - MOSCOU

Moscou é o “coração” da Rússia, uma cidade antiga e sempre jovem, com muitas faces e ao mesmo tempo, uma só bastante autêntica. À medida que se conhece, Moscou cresce ao olhar do espectador sem perder seu grande apelo cênico. City tour pela capital russa, passando pela Praça Vermelha, pela colina dos Pardais e pelo parque da Vitória.

​16º dia – sexta-feira - MOSCOU

O quarto estará reservado e disponível para uso até 12:00. No horário apropriado, traslado sem acompanhamento de guia ao aeroporto internacional (Sheremétyevo, Vnukovo ou Domodedovo). Fim de nossos serviços.

 

Este programa está sujeito a alterações na ordem das excursões segundo a disponibilidade do operador local.

Especificamente neste itinerário, sempre há riscos de atrasos nas partidas ou chegadas. Estes possíveis atrasos são inerentes aos horários previstos e pré-confirmados e são determinados pela companhia das estradas de ferro russa, podendo causar a perda parcial ou total da programação turística em quaisquer trechos a serem percorridos pelo roteiro apresentado.

DESCRIÇÃO DAS CABINES
PREÇOS
FORMA DE PAGAMETO
OS PREÇOS INCLUEM
OS PREÇOS NÃO INCLUEM
OUTRAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES

ESTÁ INTERESSADO(A)?

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.